“Kimigayo”

Ir em baixo

“Kimigayo”

Mensagem por |GFW|.Wurger em Qui Maio 21, 2009 7:21 pm

''O sol da manhã ilumina as águas, arrancando reflexos que cegam. No alto, pontos negros atravessam o espaço a grande velocidade. De súbito, perdem altura e se precipitam em picada. Depois, após diminuir o ângulo da caída, se estabilizam e tornam a subir, com um rugir de motores acelerando ao máximo. Um segundo antes de iniciar a ascensão, uma, duas, três manchas negras se desprendem e caem vertiginosamente. São os bombardeiros americanos atacando a frota japonesa.

Embaixo, a centenas de metros dos aviões americanos, que arrojam, sem cessar, as suas bombas, as belonaves japonesas giram e tornam a girar, numa tentativa desesperada para escapar ao dilúvio de fogo.

Uma das naves japonesas, contudo, já está perdida. É o porta-aviões leve Soryu, que acaba de receber um impacto direto; a bomba, depois de atravessar a coberta de vôo, explodiu no hangar. Em seguida, outra, e mais outra, que destroem o elevador de aviões e inutilizam definitivamente o porta-aviões para sua missão específica. Irremediavelmente, o Soryu está perdido. E o Capitão Ryusaku Yanagimoto ordena, às 10h45, o abandono da belonave.

A tripulação, ordenadamente, lança ao mar balsas e lanchas. Marinheiros e oficiais deixam seus postos e se aprontam para sair do barco. Na ponte de comando, entretanto, um homem observa os preparativos, imóvel, sem deixar transparecer as suas emoções. É o Capitão Yanagimoto. E sua atitude, passiva, demonstra a seus homens, que sua intenção é ficar ali, em sua nave, até o último instante. Um suboficial se aproxima dele. Seu nome é Abe. Aos gritos, procurando se fazer ouvir por cima do barulho das explosões e do crepitar dos incêndios, Abe lhe pede que o acompanhe: “Por favor, senhor, venha conosco para o destróier!”. Suplica. Insiste, mais uma vez. Yanagimoto, contudo, permanece silencioso e em absoluta calma. Por fim, depois de saudar seu superior, o suboficial Abe volta-se e dispõe-se a se afastar, quando algumas palavras que ele conhece muito bem, o obrigam a olhar em torno. Alguém, em voz baixa, está cantando as estrofes do Kimigayo, o hino nacional japonês. Abe logo descobre quem murmura o hino. E não pode conter a emoção que o embarga nesse momento, Quem está cantando é o Capitão Yanagimoto, que entrega a sua vida pela pátria e pelos antepassados. Às 19h13 o Soryu afunda. Arrasta com ele, para as profundezas, 718 marinheiros e oficiais mortos, e um homem vivo, que, aferrado à ponte de comando, murmura as estrofes do Kimigayo.''

Capitão Yanagimoto



IJN Soryu


Momento fatal...



Kimigayo
http://video.google.com/videosearch?hl=pt-BR&safe=off&rlz=1T4GZHZ_pt-BRBR273BR273&q=kimigayo&um=1&ie=UTF-8&ei=lbcVStrlGoiy9ATb0sTHAg&sa=X&oi=video_result_group&resnum=4&ct=title#



Foda...é trágico e ao mesmo tempo irônico... monkey

Espero que gostem.


Última edição por |GFW|.Wurger em Qui Fev 03, 2011 4:34 pm, editado 1 vez(es)
avatar
|GFW|.Wurger
Administrador GFW Clan
Administrador GFW Clan

Número de Mensagens : 406
Data de inscrição : 04/11/2008
Idade : 26
Localização : Bavaria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: “Kimigayo”

Mensagem por |GFW|.Anjo do Inferno em Seg Jun 01, 2009 6:23 pm

Japones tem disso mesmo!!!!! É impressionante o quanto eles amam sua patria e seu imperador!!!!

Acho q eu correria como um cao sem dono!!!!! A vida é uma so!!!!

Doideira.

_________________

|GFW|.Anjo do Inferno
Administrador GFW Clan
Administrador GFW Clan

Número de Mensagens : 393
Data de inscrição : 29/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum